eu-paz, nua?

impossível ter sossego
e ser paz em noite-lua,
pois, no teu desasossego,
tu me queres sempre nua!


Sílvia Mota.
Cabo Frio, 25 de julho de 2009 – 12:27hs.

vestido vermelho








tenho um vestido vermelho
bonito, cheio de graça,
justinho, acima do joelho...
arraso! que mulheraça!



Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz
Cabo Frio, 24 de julho de 2009 – 21h53







Fundo musical: Gostosa. Wando.







erro certeiro

adormeço do teu lado,
sonho muita diabrura!
abro os olhos - lado errado!
beijo tudo - que loucura!

Sílvia Mota.
Cabo Frio, 23 de julho de 2009 – 23:12hs.

minha sina de ti

Se o teu destino bendiz,
que te separes de mim,
o meu, sorrindo me diz,
que te busque mesmo assim!


Trova.
Sílvia Mota.
Cabo Frio, 20 de julho de 2009 – 20:47hs.

amor eterno



quero morrer nos teus braços,
bem melhor não pode ser,
prá que mais, senão nos laços
onde amarrei meu prazer?


Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz.
Cabo Frio, 5 de julho de 2009 – 15h12.

abraçando-te




não posso falar de abraço
pois sonho aqui na saudade...
e ao me lembrar do teu braço
abraço-te... e a dor me invade


Sílvia Mota a Poeta e Escritora do Amor e da Paz.
Cabo Frio, 4 de julho de 2009 – 22h56.

MAIO/2009